Astros do esporte e campeões da nova geração estão entre os 15 Embaixadores das Olimpíadas Escolares 2011

01/12/2011 22:17

 

Maior Olimpíada Escolar de todos os tempos, a edição 2011 para atletas de 15 a 17 anos já tem confirmada a presença de 15 Embaixadores, entre estrelas do esporte nacional e atletas da geração Rio-2016. A competição reunirá cerca de 3.600 atletas de 24 estados mais o Distrito Federal e a delegação de Curitiba, na capital paranaense, de 2 a 11 de dezembro.

Atletas renomados como o campeão olímpico em Atenas 2004 e bronze em Pequim 2008, Emanuel Rego (vôlei de praia); o medalhista olímpico Vanderlei Cordeiro (atletismo); o decacampeão em Jogos Pan-Americanos, o mesatenista Hugo Hoyama; os ginastas Daiane dos Santos e Diego Hypolito; e a judoca Edinanci Silva, com participação em quatro edições dos Jogos Olímpicos, se juntam atletas como Janeth Arcain (basquete), campeã mundial em 1994, Helia Souza, a Fofão (vôlei), campeã olímpica em Pequim 2008, Diogo Silva (taekwondo), campeão Pan-americano, e Hernandes Quadri Júnior (ciclismo), medalhista pan-americano, como Embaixadores, em Curitiba.

Já campeões da nova geração - entre eles os medalhistas pan-americanos Angélica Kvieczynski (ginástica rítmica) e Henrique Rodrigues (natação) e atletas experientes como Fernando Pacheco, o Zeba (handebol), campeão pan-americano, o goleiro Franklin Roosevelt (futsal), campeão sul-americano, e o enxadrista Jaime Sunye Neto, ouro nas Olimpíadas do Xadrez - também estarão presentes no evento que celebra o esporte nacional.

Os Embaixadores das Olimpíadas Escolares fazem parte do Programa Educativo e Cultural que acontece paralelamente às competições esportivas. Além de aproximar os ídolos dos futuros atletas brasileiros, o Programa estimula o conhecimento dos jovens através de ações lúdicas, criativas e informativas. Os Embaixadores participam de uma extensa programação, como palestras, demonstrações, cerimônias de premiação etc.

Acostumado com o "trabalho", Hugo Hoyama não recusa um convite do COB para participar do evento. "É sempre um grande prazer participar de uma competição como as Olimpíadas Escolares que têm como objetivo não só formar atletas, mas cidadãos. Os encontros com a garotada servem como estímulo para eles, mas ninguém fica mais feliz do que eu", resumiu o mesa-tenista, que teve a honra de conduzir a bandeira brasileira na Cerimônia de Abertura dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara 2011. "Foi uma emoção que eu não esperava. Um reconhecimento muito maior do que tudo o que eu pude fazer pelo Brasil".

Ao contrário do experiente atleta, a ginasta Angélica Kvieczynski, de 20 anos, participa como Embaixadora pela segunda vez. Na primeira, em Poços de Caldas 2008, era pouco conhecida e não chamou muita atenção. No entanto, com as quatro medalhas conquistadas em Guadalajara (prata nas maças e bronze no individual geral, bola e arco), Angélica é a nova sensação da ginástica rítmica brasileira.

"Será uma experiência muito legal. Há pouco tempo eu é que tietava os atletas e agora estou no papel de ídolo. Ainda vou poder assistir a essa competição e quem sabe não vou ver surgir uma grande estrela?", indagou a jovem, que ainda colhe os louros das conquistas no México. "As homenagens ainda não acabaram. Já participei de carreata, fui capa de revista, recebi placas com o meu nome e que estão no Monumento do Pan (criado em 2007, na sua cidade natal, Toledo-PR)... Hoje sou bem mais conhecida".

Coordenadora de atividades complementares das Olimpíadas Escolares 2011, a ex-jogadora de vôlei Paula Hernandez afirmou ainda que outras surpresas poderão acompanhar as competições. Vale lembrar que todos os eventos das Olimpíadas Escolares terão entrada gratuita.

As Olimpíadas Escolares são organizadas e realizadas pelo Comitê Olímpico Brasileiro, correalizadas pelo Ministério do Esporte, com a direção técnica das Confederações Brasileiras Dirigentes de Esportes Olímpicos e apoio da Prefeitura Municipal de Curitiba e Governo do Estado do Paraná.

 

Fonte : COB