Federação Internacional faz convite a quatro atletas, e deixa Wenceslau fora

17/04/2012 16:33

 

WTF dá 'wild card' e garante vaga para lutadores do Camboja, Mali, Panamá e Iêmen nas Olimpíadas de Londres. Brasileiro ainda espera julgamento do TAS

. Márcio Wenceslau semifinal taekwondo Jogos Pan-Americanos (Foto: Luiz Pires/VIPCOMM)

 

Wenceslau agora aguarda a resposta do TAS para
saber se vai a Londres (Foto: Luiz Pires/VIPCOMM)

A Federação Internacional de Taekwondo (WTF, sigla em inglês) anunciou nesta segunda-feira que fez um convite a quatro atletas para participar das Olimpíadas de Londres 2012. Davin Sorn (67kg) do Camboja e Carolena Carstens (49kg) do Panamá, no feminino, e Daba Modibo Keita (80kg) do Mali e Tameem Al-Kubati (58kg) do Iêmen, no masculino, receberam o "wild card". Já o brasileiro Márcio Wenceslau, que entrou com um recurso no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), não foi lembrado pela WTF.

A decisão foi tomada no último dia 14 de abril por uma tríplice comissão, que envolveu o Comitê Olímpico Internacional, a Associação Nacional de Comitês Olímpicos e a própria Federação Internacional de Taekwondo. Até agora, os Jogos de Londres contarão com 128 atletas de 63 países, na modalidade.

As esperanças de Wenceslau de participar das Olimpíadas agora estão direcionadas apenas para a decisão do TAS, que deve sair ainda nesta semana. O lutador brasileiro tenta inverter o resultado do Pré-Olímpico, por não concordar com a decisão dos árbitros na derrota para o mexicano Damian Villa na competição. O Comitê Olímpico Brasileiro teve negado um processo no WTF. Com isso, o COB e a Confederação Brasileira de Taekwondo (CBTKD) apelaram para o TAS.

Fonte: https://globoesporte.globo.com